Rotina De Musculação Para Iniciantes

Resultado de imagem para musculação para iniciantes

Rotina De Musculação Para Iniciantes

Sem dúvida, um dos objetivos principais das pessoas quando se dirigem a um centro de fitness começam a treinar é a perda de gordura, mas, o que acontece quando o nosso principal objetivo é ganhar força? Como devemos treinar e, sobretudo, que a rotina deve seguir?
A rotina de treinos 5×5 é, talvez, um dos métodos mais básicos que nós podemos começar a seguir se somos iniciantes no ginásio devido a que para intermediários avançados já teríamos que gravar em rotinas tipo 5/3/1 de Jim Wendler o método híbrido de Layne Norton, a rotina PHAT
As origens da rotina 5×5
A rotina 5×5 é uma rotina concebida originalmente como um treinamento básico de força consiste em realizar cinco séries de cinco repetições todas ela está com o mesmo peso, três dias por semana. Os exercícios básicos desta rotina são: agachamento, supino e power clean, se bem que pela dificuldade de encontrar ginásios em que poder realizar o power clean costuma mudar o Press militar.
Se bem que não está claro a época em que se começou a popularizar esta rotina, podemos dizer que um dos principais estudiosos do treinamento de força, que começou a desenvolvê-la e dar-lhe popularidade foi Bill Starr, conhecido treinador de força e, entre outros trabalhos, colaborador em diversas universidades e equipes esportivas profissionais nos EUA.
Bill Starr criou uma rotina de cinco séries de cinco repetições com base nos seguintes exercícios: agachamento, supino, remada com barra, peso morto e Press militar. Além disso, o planejamento original desta rotina estava destinada a três treinos semanais, deixando ao menos um dia de descanso entre cada sessão.
Planejamento semanal original do modelo 5×5
DIA 1
DIA 2
DIA 3
Agachamento 5×5
Agachamento 5×5
Agachamento 5×5
Remo com barra 5×5
Se olharmos para o planejamento original, encontramos que, neste caso, é dada prioridade para o agachamento e que realizamos dois dias agachamento-supino-remo com barra. Pessoalmente, recomendo adicionar um segundo microciclo mas invertendo os treinamentos, ficando o planejamento da seguinte forma no segundo microciclo:
DIA 4
DIA 5
DIA 6
Agachamento 5×5
Agachamento 5×5
Agachamento 5×5
Peso morto 5×5
Além disso, se queremos dar prioridade a outro exercício, apenas temos que fazer os ajustes necessários para isso e substituir um exercício para outro. O resto da rotina continuaria igual.
Por que a rotina 5×5 é boa para iniciantes na academia e como funciona?
Este tipo de rotina é boa para principiantes que procuram ganhar força, já que se baseia nos principais movimentos multiarticulares e fornece uma progressão de cargas contínua a cada semana (o aumento da carga ira em função do exercício já que não é o mesmo que aumentar cinco quilos em um exercício como o agachamento, o Levantamento militar).
De partida, devemos conhecer os nossos RM’s (RM = Repetição Máxima) em cada um dos exercícios com os quais vamos trabalhar. Para isso, vamos pegar um peso que nos permita fazer uma de duas séries de dez repetições. A partir de aqui, iremos aumentando progressivamente o peso até chegar a um ponto em que só possamos realizar UMA única repetição, mantendo intacta lhe técnica (isto é, uma repetição bem executada tecnicamente). Este será o nosso 1 RM desse exercício. Também existe a possibilidade de calcular o nosso 1 RM sem realizar os testes
Como o objetivo desta rotina é trabalhar a força , a percentagem de RM com o que vamos trabalhar é fixado entre 70% e 85% (para os mais novatos, recomendo ser conservador e começar com 70% de 1 RM). Isto quer dizer que, se o nosso 1 RM no agachamento é de 100 quilos, e vamos trabalhar para cerca de 70% de nosso RM, vamos selecionar uma carga de 70 quilos (o peso TOTAL dos discos mais a barra).
Minha recomendação, depois de ter testado esta rotina durante oito semanas é que sejais conservadores, ou seja, uma vez expulsos os vossos RM’s não façais o cálculo da seguinte cargas a utilizar em base a esses RM’s, se não lhe quitéis uma quantidade X (por exemplo, 20 quilos). Ter em conta que a progressão de cargas vai ser constante a cada semana. Isto vos garantir um progresso lento, mas seguro.
Variantes ao modelo clássico 5×5
Há usuários intermediários e avançados, que continuam a utilizar este sistema de treinamento, mas com algumas variantes. Em muitos casos, o que fazem em introduzir exercícios acessórios uma vez finalizado o trabalho básico de força.
Este trabalho acessório consiste em exercícios monoarticulares a altas repetições e baixo peso, deste modo evita-se sobre carregar em excesso a musculatura e o SN (Sistema Nervoso), tal como pode acontecer a um iniciante se adiciona trabalho acessório após os básicos de força.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *